NOTÍCIAS


Sem conversa com o Poder Executivo, Sintrapp protocola denúncia contra o prefeito Ed Thomas na Câmara Municipal



Greve dos servidores municipais segue, pelo quarto dia, em frente a Prefeitura, em um trecho da Avenida Coronel José Soares Marcondes. Servidores municipais seguem com greve nesta segunda-feira (6) em Presidente Prudente (SP) Expressão Pontal O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Presidente Prudente (Sintrapp) protocolou um ofício na Câmara Municipal do município, na última sexta-feira (3), tratando sobre o Poder Executivo “não querer” atender os servidores. Segundo a presidente do Sintrapp, Luciana Telles, os servidores estiveram na Prefeitura em dia útil e durante horário de expediente para conversar com o Poder Executivo de Presidente Prudente (SP), porém, não obtiveram êxito. “Foi respondido para a gente que ninguém queria conversar com a gente. Não é que não podia, que não estava, que não dava tempo, é que não queria. Nós achamos no mínimo estranho. Então, quando o [Poder] Executivo não atende, não conversa, com quem a gente fala? Com o [Poder] Legislativo”, afirmou Luciana Telles ao g1. O posicionamento oficial do sindicato ressalta que, no documento, “é exposta a situação que os servidores e servidoras enfrentam, mais recentemente no descaso para com o movimento grevista, e solicita-se ainda que seja verificada a existência de falta administrativa do prefeito Ed Thomas quanto ao cumprimento de seus deveres como chefe do executivo”. O g1 solicitou um posicionamento para a Prefeitura, que até a publicação desta reportagem não respondeu à solicitação. Servidores municipais seguem com greve nesta segunda-feira (6) em Presidente Prudente (SP) Imprensa Sintrapp VEJA TAMBÉM: Servidores municipais com menor salário do Executivo entram em greve e reivindicam mudança de referência à Prefeitura de Presidente Prudente Os servidores municipais da chamada “referência 1” retomaram nesta segunda-feira (6), pelo quarto dia, a greve e mobilização em um trecho da Avenida Coronel José Soares Marcondes, em frente ao Paço Municipal. Os funcionários que exercem funções de auxiliar de biblioteca, auxiliar de telefonista, cozinheira, servente de pedreiro, serviços gerais e vigia noturno paralisaram as atividades trabalhistas, respeitando a lei de greve. A paralisação é por tempo indeterminado e deve se prolongar até que o chefe do Poder Executivo atenda e negocie as reivindicações solicitadas. Servidores municipais seguem com greve nesta segunda-feira (6) em Presidente Prudente (SP) Imprensa SintrappVeja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


06/03/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO