NOTÍCIAS


Salmourão, a cidade hospitaleira banhada pelo Aguapeí completa 64 anos de emancipação



Município se destaca pela tranquilidade e segurança e tem como característica o bom convívio entre os moradores Entrada da cidade de Salmourão. Lucas Reis (cedidas) Assim como a maioria das pequenas cidades, Salmourão também é um lugar querido por seus habitantes. Nesse 18 de fevereiro comemora 64 anos de emancipação político-administrativa e a população tem muito a comemorar. O azul, branco e amarelo, presentes no brasão do município, contrastam com a natureza preservada. Salmourão é conhecida como o “pulmão verde da Alta Paulista”, devido à reserva de mata ciliar que margeia o rio Aguapeí, que corta 23 quilômetros da cidade e onde se encontra o popular “Canal do Inferno”. Canal este, que segundo pescadores profissionais da região contam, apesar de ser bonito, tem este nome por ser um lugar perigoso. Portanto, as autoridades não indicam para banho ou lazer. Até mesmo para a pesca profissional é preciso ter cuidado, já que a força das águas é forte, principalmente perto da ponte onde os moradores costumam se encontrar ou apreciar a paisagem. Rio Aguapeí, em Salmourão. Lucas Reis (cedidas) Por ser conhecido como um lugar de tranquilidade e segurança, é fácil ver crianças brincando nas ruas e locais públicos. Pelo tamanho reduzido, a calmaria reina e acaba aproximando as pessoas. Por isso é tão comum que os moradores se conheçam, principalmente pela particularidade de cada um. Seja pelo cônjuge ou profissão, o nome geralmente vem acompanhado de uma identificação pessoal. O salmouroense, além da beleza natural da cidade, pode contar com o lazer do interior. A Praça da Bandeira, a Igreja Matriz de São João Batista e a Praça do Jardim Toquemburgo são alguns dos espaços que podem ser visitados, tanto para recreação quanto para descanso. Praça da Bandeira e Igreja Matriz de São João Batista. Lucas Reis (cedidas) Ser filho de uma terra hospitaleira, que recebe e acolhe pessoas de diversas partes do país, em especial do Nordeste brasileiro, é com certeza um orgulho. Em Salmourão o que não falta é a boa conversa e o churrasco do fim de semana, acompanhado da música sertaneja. Falando em comida, a cidade também realiza anualmente a Festa do Milho, que atrai não somente os moradores, mas também muitos visitantes com produtos e comidas típicas, como a pamonha, curau, bolo, doces e o suco de milho. Melhorias Poupatempo e Sebrae. Lucas Reis (cedidas) Salmourão mira o crescimento e melhoria constante para a população. A cidade ganhou a instalação de um Posto de Atendimento do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, ajudando diretamente o empreendedor salmouroense. A população também conta agora com a facilidade de um terminal de autoatendimento do Poupatempo, onde é possível agendar a emissão ou renovação de documentos. Com o apoio da iniciativa privada, logo os moradores poderão contar com imóveis para a geração de empregos e renda no município. Conjunto Habitacional Pedro Duarte Neto. Lucas Reis (cedidas) Em 2021, foram entregues 104 unidades habitacionais da CDHU, que agora formam o Conjunto Habitacional Pedro Duarte Neto, dando à cidade um novo bairro e ampliando o comércio local. A administração também tem investido em atendimento social às famílias em estado de vulnerabilidade, além da implantação de programas de renda do estado e do município, com oferta de trabalho e a implantação do programa de estágios. História Quem é nativo sabe bem, mas o hino lembra, “Salmourão é uma cidade hospitaleira, altaneira, vibrante e varonil. Tua gente é laboriosa e hospitaleira de esperança e anseios mil”. O nome é oriundo da qualidade de suas terras (Salmourão-Massapé), que é própria para a cultura de cereais em geral. O município foi criado pela Lei nº 5.285, de 18 de Fevereiro de 1959, posto em vigor em 1 de Janeiro de 1960, com sede na vila de igual nome e com o território do respectivo distrito. Salmourão, desmembrada do distrito da sede do Município de Osvaldo Cruz, ficou pertencendo à Comarca de Lucélia até 1954, posteriormente à Comarca de Osvaldo Cruz. Em 1959, por vontade própria de seus eleitores e pelo amor à sua terra, Salmourão subiu à categoria de Município. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade tem uma população estimada de 5.372 pessoas (2021), área territorial de 172,934 km² (2021) e o Produto Interno Bruto (PIB) de R $15.588,91 (2020). Esse é o momento de comemorar a história e muitas conquistas, parabéns pelos 64 anos, Salmourão! Feliz Cidade Salmorão

Fonte: G1


14/02/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO