NOTÍCIAS


O ano começa depois do carnaval?



Provavelmente você já deve ter ouvido falar que o ano só começa após o carnaval. Com isso, muitas pessoas acabam deixando planos pessoais e profissionais para concretiza-los após o fim do período da folia. Listam uma série de justificativas que, no fundo, é uma forma de se enganar, afinal sair da zona de conforto gera medo e insegurança. Assim, seguem adiando tarefas que, na pratica, poderiam ser iniciadas a qualquer momento, incluindo aquelas de maior urgência, mesmo sabendo das consequências negativas. Adiar planos, decisões ou tarefas, pode desencadear um sentimento de alívio. Contudo, é uma falsa sensação, pois há um preço cobrado posteriormente e que trará prejuízo. A falta de conscientização desta dinâmica interna acarreta a procrastinação que, quando constante, torna-se um vício, causando problemas à pessoa pois, devido aos adiamentos, perdem prazos, entregam trabalhos com pouca, ou nenhuma qualidade, já que são realizados de última hora, gerando um dinamismo negativo, além de problemas com colegas e familiares, uma vez que sua credibilidade pessoal é afetada. Ou seja, a procrastinação é um comportamento danoso. Com maior ou menor intensidade, todos nós desejamos mudanças. Porém, muitas vezes preferimos nos acomodar em nossas rotinas, nos espaços psíquicos, aparentemente seguros, que nos mantem protegidos do medo do desconhecido, do fracasso, do erro que, em sua maioria, são pensamentos oriundos mais da imaginação do que da realidade. São dilemas comuns, mas que nos boicotam na hora de agir. Talvez por isso optamos por escolher uma data para concretizarmos planos, como uma maneira de adiar nossa coragem para encarar o novo, como se ela necessitasse apenas de calendário e não de preparo mental. A verdade é que muitas decisões importantes em nossas vidas não precisam de datas previamente agendadas para que sejam colocadas em prática. Viver adiando compromissos é uma forma de autossabotagem e por trás disso está a ansiedade, conhecida de todos nós e que, quando elevada, nos paralisa. Conquistar uma mudança, sair da zona de conforto, é um enorme desafio, mas também é altamente recompensador. A sensação de dever cumprido eleva a autoestima, aprimora a aprendizagem, o amadurecimento e nos fortalece para outros objetivos. Isso é evoluir. Créditos: Joselene L. Alvim- psicóloga e neuropsicóloga.

Fonte: G1


24/02/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO