NOTÍCIAS


Mulher é assassinada a facada no Conjunto Habitacional João Domingos Netto, em Presidente Prudente


Uma mulher de 21 anos foi presa, neste domingo (18), por homicídio após esfaquear outra mulher, de 32 anos, durante uma briga no Conjunto Habitacional João Domingos Netto, em Presidente Prudente (SP).

A vítima não resistiu ao ferimento e morreu.

Conforme informações do Boletim de Ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de vítima de esfaqueamento e, ao chegarem no local, encontraram uma mulher, de 32 anos, caída na rua de barriga para cima, “bastante ensanguentada” e com várias pessoas ao redor. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte.

Os policiais entraram em contato com uma das moradoras da residência que acionou a PM, e a mulher, de 61 anos, informou que era mãe da envolvida e que ela estava escondida nos fundos da casa com medo de “ser mais agredida pelos familiares da vítima”. Os agentes tomaram conhecimento de que, instantes antes, a jovem de 21 anos foi procurada na porta de sua casa pela vítima e três primas em razão de uma postagem em uma rede social.

As quatro mulheres, acompanhadas de mais algumas pessoas, começaram a agredir a envolvida com cacos de vidro e também sua mãe, que tentou intervir. Diante das agressões contra sua mãe, a mulher entrou em sua residência, pegou uma faca e atingiu a vítima com “uma única facada” nas costas.

Após o golpe, a vítima desmaiou, porém, seus familiares continuaram agredindo a envolvida e sua genitora. A mulher desferiu ainda vários golpes na direção dos agressores, sem atingi-los, para afugentá-los.

Ainda conforme o B.O., os agentes relataram que, ao chegarem no local, “havia uma tensão entre os moradores da casa e os familiares da vítima”, além de cacos de vidro no portão da residência e pedaços de madeira que, segundo a envolvida e sua mãe, foram usados pelos agressores. Na entrada da residência, os policiais localizaram a faca utilizada.

O Centro de Operações da Polícia Militar do Estado de São Paulo (Copom) confirmou aos policiais que estavam atendendo a ocorrência que a autora da facada acionou a PM, comunicou que havia esfaqueado a vítima e solicitou ainda a presença policial e do Corpo de Bombeiros.

A mulher foi socorrida ao Pronto-Socorro, pois também estava com ferimentos “que sangravam muito. Em seguida, ela foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Civil. A mãe da envolvida e uma amiga, de 21 anos, também foram para a unidade policial. Os familiares da vítima acompanharam a ferida e, por este motivo, não foram apresentados na delegacia.

Na unidade policial, a mãe da envolvida prestou depoimento e relatou que estava sentada na área externa de sua casa com uma amiga, enquanto a filha estava dentro de casa com a amiga dela. Em certo momento, uma prima da vítima, “desafeto de sua filha”, estava acompanhada da mãe do atual namorado e foram até o portão da casa para questionar sobre uma publicação em uma rede social.

Teve início uma discussão e outras pessoas se aproximaram para agredir a envolvida, entre elas a vítima. Ainda conforme o relato, as pessoas estavam com garrafas e pedaços de madeira e ameaçavam sua filha de morte.

Em certo momento, a envolvida foi atingida por uma garrafa, que lesionou sua mão e joelho. A mãe dela então entra na discussão e consegue colocar a filha para dentro da residência, porém, é puxada pela vítima, que a agarra pelo cabelo, segura seu pescoço e joga ela no chão, sendo agredida por “várias pessoas ali presentes”.

A envolvida então pega uma faca para defender a genitora e desfere um golpe contra a sua principal agressora. Ela consegue puxar sua mãe para dentro de casa e trancar o portão, porém, os agressores continuam a golpear o portão e quebrar vasos de plantas da residência.

A mulher, de 61 anos, relata ainda que os agressores só deixaram o local quando a PM se aproximou e que não apresenta nenhuma lesão aparente, porém sente dores na perna e que tem o desejo de processar seus agressores.

Uma amiga da envolvida também foi ouvida na Delegacia e prestou depoimento parecido. Relatou ainda que foi ferida no antebraço esquerdo, dedo do pé esquerdo, pernas, mão esquerda e na cabeça. Ela ressaltou que “manifesta o desejo em representar em face de suas agressoras”.

A autora da facada prestou depoimento e relatou que “ já foi processada pelo crime de lesão corporal e atualmente paga pena de prestação pecuniária à instituição de caridade” e que o processo mencionado foi porque agrediu uma prima da vítima.

Ela informou que em 2020, enquanto mantinha um relacionamento, descobriu que esta prima, sua amiga desde a infância, teria um caso com seu namorado. Por este motivo, o relacionamento terminou e a amizade foi rompida. Ainda conforme a envolvida, naquele ano houve “apenas um bate-boca”.

No ano seguinte, em 2021, encontrou com a prima da vítima novamente e a agrediu por encarar sua atitude como “deboche”. Por isto, responde ao processo citado. Após esses acontecimentos, não houve “nenhum outro desentendimento” entre as duas.

Já neste domingo, a mulher tomou conhecimento que o atual namorado da prima da vítima “mantinha concomitantemente um relacionamento homossexual”. Logo quando descobriu o fato, postou em sua rede social, segundo ela sem citar nomes, a seguinte mensagem: “quer pagar de gostosa e de rica, mas mal sabe que o namorado come ‘viado’ enquanto ela trabalha” (sic).

Ela informou ainda que sua mãe entrou na discussão após a envolvida ser golpeada na mão esquerda e no joelho direito e que sua genitora passou a ser alvo das agressões, momento em que pensou que “ela poderia ser morta em razão de tamanha violência”, entrou em sua residência, pegou uma faca e desferiu um golpe contra a vítima, que no momento agredia sua mãe no chão.

A perícia foi solicitada e o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame necroscópico.

A mulher de 22 anos foi presa em flagrante por homicídio e irá responder ao crime em liberdade.



Fonte: G1


19/09/2022 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO