NOTÍCIAS


Justiça condena ex-prefeito de Anhumas a quatro anos e seis meses de reclusão por improbidade administrativa



Município realizou pregão para contratar empresa responsável pelo fornecimento de ambulância, mas apenas uma parcela foi registrada contabilmente, entre 2016 e 2017. Ex-prefeito de Anhumas (SP), Genildo Ramineli Redes sociais O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) condenou o ex-prefeito de Anhumas (SP), Genildo Ramineli, e uma servidora municipal, por improbidade administrativa envolvendo um caso em que o município realizou um pregão para contratar uma empresa responsável pelo fornecimento de ambulância. O Poder Judiciário constatou que apenas uma parcela foi registrada contabilmente, entre os anos de 2016 e 2017. Os réus foram sentenciados à perda da função pública, do valor de R$ 71 mil e outras penas. A sentença, assinada pela juíza Cibele Carrasco Rainho Novo, determina que Genildo deverá cumprir quatro anos e seis meses de reclusão, em regime semiaberto. A servidora, por sua vez, cumprirá prestação de serviço comunitário. Outro lado De acordo com o advogado Thiago Rocha Silva, que atua na defesa dos acusados, os clientes ainda não foram intimados, mas, assim que isso ocorrer, a defesa entrará com recurso.Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


02/12/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO