NOTÍCIAS


Dia de São Sebastião: conheça a história do padroeiro de Presidente Prudente



Nesta sexta-feira (20), umbandistas e candomblecistas também comemoram o dia de Oxóssi, o Orixá caçador. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Conhecido por cuidar dos enfermos, São Sebastião é padroeiro de Presidente Prudente (SP) e recebe homenagens, nesta sexta-feira (20), em três missas ao longo do dia na Catedral, que leva o nome do santo, localizada no Centro do município. As celebrações serão realizadas nos seguintes horários: 8h: missa com o padre Fernando Guirado; 12h: missa com o monsenhor José Antônio de Lima; e 19h: missa e procissão com o Bispo Benedito Gonçalves. Soldado Romano Segundo informações da Diocese de Presidente Prudente, São Sebastião nasceu em Narbona, na França, no ano de 256 da Era Cristã. Ainda jovem, mudou-se com a família para Milão, na Itália, e alistou-se no exército de Roma, tornando-se soldado do imperador Maximiniano. Sebastião conquistou o posto de comandante da Guarda Pretoriana e, secretamente, converteu-se ao cristianismo. Quando tinha uma oportunidade, visitava os cristãos presos e levava ajuda aos que estavam doentes e necessitados, muitos deles seriam devorados pelos leões ou mortos em lutas com os gladiadores. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Martírio O imperador Maximiniano recebeu a informação de que havia cristãos infiltrados no exército romano, os identificou e expulsou. Apenas os filhos de soldados ficaram, obrigados a servirem o exército, e esta era a situação de Sebastião. Ele foi denunciado por um soldado e o imperador, após sentir-se traído, mandou que Sebastião renunciasse à sua fé. O santo se negou a fazer esta renúncia, por este motivo, Maximiniano mandou que ele fosse morto para servir de exemplo e desestímulo a outros. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Os arqueiros de Roma tiraram as roupas de Sebastião, o amarraram em um poste no estádio de Palatino e lançaram suas flechas contra ele. Além disso, foi deixado para sangrar até morrer. Um grupo de cristãos foram até o local e perceberam que Sebastião continuava vivo. Então, retiraram ele de lá e o esconderam na casa de uma das mulheres do grupo, que cuidou de seus ferimentos. Após se curar, o santo católico continuou evangelizando e pediu ao imperador Maximiniano que parasse de perseguir e matar os cristãos. O comandante de Roma mandou que Sebastião fosse açoitado até morrer e depois jogado em uma fossa, para que nenhum cristão o encontrasse. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Padroeiro Conforme o monsenhor José Antônio de Lima, que completa 15 anos na administração da Catedral de São Sebastião, informou ao g1 que o santo católico é colocado como padroeiro das epidemias, pestes, guerras, tempestades e doenças contra os animais. E tornou-se padroeiro da cidade devido à devoção existente nos primeiros moradores que enfrentavam doenças e epidemias. “Os primeiros habitantes que aqui chegaram, os desbravadores, construíram a capela no Centro, na Praça 9 de Julho, e ali eles trouxeram a devoção, porque ali era tudo mato. Então, São Sebastião faz parte de Presidente Prudente desde sua origem, desde aqueles que primeiro aqui vieram. Porque aqui tinha muitas epidemias, tinha muitas doenças nos animais, e a devoção deles à São Sebastião, o tinham como protetor. Passado o tempo, a cidade cresceu, a devoção também cresceu e o referencial de Presidente Prudente passou a ser o padroeiro São Sebastião”, finalizou o monsenhor José Antônio ao g1. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Conheça os significados da representação de São Sebastião Representação de São Sebastião Videografismo/TV Fronteira 1 – Flechas: representam a primeira fase das torturas que o santo enfrentou, após receber flechadas de seus companheiros do exército romano por não negar a fé cristã. 2 – Árvore: São Sebastião é representado amarrado em um carvalho. Conforme a Diocese, no cristianismo primitivo, esta árvore era símbolo da perseverança, da tenacidade e da resistência. O carvalho representa a força de São Sebastião. 3 – Corpo seminu: simboliza a humilhação que sofreu pelo império romano e também o ato de despir-se do homem velho, fraco e pecador para vestir-se de Cristo, forte e vencedor. 4 – Pano vermelho: o tecido cobrindo suas partes íntimas representa o duplo martírio. O primeiro das flechadas e o segundo, causador de sua morte. 5 – Auréola: simboliza sua santidade, que aparece desde o amor aos cristãos presos até à sua disposição de morrer sem renegar sua fé. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Construção da Catedral Em 1918, um dos fundadores de Presidente Prudente, Francisco Goulart, pede que seja feita a construção da primeira capela do município. O local de madeira foi construído na nascente Vila Goulart, pelo carpinteiro Sebastião Parque Rosilio. O templo religioso ficava onde atualmente está a fonte da Praça 9 de Julho. Primeira capela construída em 1918 Museu e Arquivo Histórico de Presidente Prudente Conforme informações da Diocese de Presidente Prudente, os primeiros padres que passaram pela cidade foram: Nicéforo Morais, José Farias, o português Pereira e o italiano Giovanni. No dia 29 de abril de 1925, Dom Carlos Duarte da Costa, bispo de Botucatu (SP), cria a Paróquia São Sebastião e a Paróquia de Santo Anastácio. E um pouco mais tarde, no dia 24 de maio, Presidente Prudente recebe o padre espanhol José Maria Martinez Sarrion, que seria conhecido futuramente como Monsenhor Sarrion. Com a chegada de Sarrion, a Igreja Matriz do município é construída, onde atualmente está localizado o Salão Paroquial, ao lado da Catedral. Torre da Catedral São Sebastião em construção, no ano de 1944 Museu e Arquivo Histórico de Presidente Prudente E, ainda segundo a Diocese, a construção da atual Catedral São Sebastião teve início na década de 30, com o padre José Sarrion colocando a pedra fundamental em 1936. O templo foi inaugurado em 1950, ano em que a igreja havia feito 25 anos de fundação e em comemoração aos 50 anos de ordenação do pároco. O padre Sarrion esteve no comando da Paróquia São Sebastião por cerca de 26 anos, até 1951, quando morreu em uma viagem de barco para a cidade natal, na Espanha. Jubileu de ouro do Padre José Maria Martinez Sarrion, em 1950 Museu e Arquivo Histórico de Presidente Prudente Oxóssi Nesta sexta-feira (20), os umbandistas e candomblecistas comemoram o dia do Orixá Oxóssi, conhecido como um grande caçador, que traz consigo o aspecto da prosperidade, abundância, fartura, união, estratégia, inteligência e perseverança. A mãe de santo Mariana Pereira Kuhn Grigollette, da Casa de Yemojá, de Presidente Prudente, relatou ao g1 que o sincretismo existente entre Oxóssi e São Sebastião é muito forte pelas próprias religiões de matriz africana devido às perseguições cristãs aos Orixás. Por este motivo, foi preciso associar a imagem de Oxóssi a um santo católico para que pudesse ser cultuado sem que houvesse conflitos. “Oxóssi foi sincretizado com São Sebastião devido às suas similaridades. De um lado Oxóssi, um Orixá caçador, bravio e que tem como simbolismo seu arco e flecha. Do outro São Sebastião, um soldado viril do império romano, que traz em sua imagem algumas flechas em seu corpo. Foi o bastante para que culturalmente fossem associados”, explicou Mariana ao g1. Oxóssi é considerado o caçador de uma flecha só Leonardo Bosisio/g1 Porém, a mãe de santo ressalta que, apesar do sincretismo, não são a mesma divindade. “Oxossi não é São Sebastião. São deuses distintos, em cultos distintos, e ambos merecem respeito”, finalizou Mariana. Representado com um arco e flecha, chamado em Iorubá de ofá, Oxóssi é considerado o caçador de uma flecha só, pois, conforme a mãe de santo, ele precisou de apenas uma única flecha para acertar seu alvo e salvar toda sua comunidade do perigo e prover a fartura ao seu povo. “Oxóssi é essencial para que tenhamos boa sorte. Ele nos ensina sobre a perseverança, a busca por nossos sonhos e objetivos, a coragem para enfrentar as adversidades. Oxóssi nos provê fartura, prosperidade, raciocínio lógico e estratégia. Este grande Orixá nos mostra que o silêncio é essencial para atingirmos o sucesso. O grande caçador não entra na mata fazendo barulho, pois pode espantar a caça”, finalizou Mariana ao g1. Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1 Imagem de São Sebastião na Catedral, em Presidente Prudente (SP) Leonardo Bosisio/g1Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


20/01/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO