NOTÍCIAS


Cavalos são flagrados próximos ao fluxo de carros, no Parque do Povo, em Presidente Prudente



Inquérito instaurado pela Polícia Civil para investigar suspeita de desvio de animais no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) ainda prossegue em andamento. Cavalos são flagrados no Parque do Povo, em Presidente Prudente (SP) Roberto Kawasaki/TV Fronteira Três cavalos foram flagrados soltos, na manhã desta segunda-feira (28), próximos à Avenida 14 de Setembro, no Parque do Povo, em Presidente Prudente (SP). Diante do fato, a prefeitura informou, em nota, que “os agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana recolheram os animais em um local cercado para evitar acidentes de trânsito. Logo em seguida, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), assim que foi informado enviou uma equipe ao local”. “A penalidade para animais soltos em via pública é a taxa de apreensão e as diárias do animal, caso o dono queira recuperá-lo. “Dependendo do caso a Polícia Ambiental é acionada, em casos de animais que possivelmente estejam sendo vítimas de maus-tratos, nesse caso existe a multa ambiental também”, complementou. Cavalos são flagrados no Parque do Povo, em Presidente Prudente (SP) Roberto Kawasaki/TV Fronteira A prefeitura finalizou falando sobre o papel do CCZ neste tipo de situação envolvendo a apreensão de animais de grande e médio porte. “O CCZ tem sempre atuado na apreensão de todos os animais de grande e médio porte que estão soltos em via pública, vale ressaltar a lei que proíbe a criação dessas espécies em áreas urbanas, por isso esses animais são apreendidos também em fundo de vale e áreas de APP [Área de Preservação Permanente]”, concluiu. Investigação no CCZ Polícia Civil instaura inquérito para investigar suposto desvio de cavalos apreendidos no CCZ Arquivo/g1 A Polícia Civil instaurou um inquérito, no mês de outubro, para investigar a suspeita de peculato e falsa comunicação de crime que teriam sido supostamente cometidos por funcionários do Centro de Controle de Zoonoses de Presidente Prudente. O inquérito foi instaurado após a Promotoria de Justiça do Patrimônio Público de Presidente Prudente encaminhar um ofício à Polícia Civil. O documento informa que “funcionários do CCZ estariam supostamente comercializando equinos indevidamente, e que para ocultar o desvio dos animais, fora registrado o boletim de ocorrência de furto adrede mencionado (falsa comunicação de crime)”. Ainda de acordo com a portaria da Polícia Civil, a investigação trata-se, em tese, dos crimes de peculato (apropriação ou desvio de bem público por funcionário público em benefício próprio ou de terceiro) e de comunicação falsa de crime, sem prejuízo da constatação de outros eventuais delitos. Os delitos se enquadram nos artigos 312 e 340 do Código Penal. Na ocasião, a Prefeitura de Presidente Prudente se posicionou sobre as investigações, por meio da seguinte nota oficial enviada ao g1. “A Prefeitura de Presidente Prudente informa que tomou conhecimento da denúncia por meio de ofício encaminhado pelo Ministério Público. A administração acompanhará atentamente o inquérito policial e, após a conclusão da investigação, tomará as providências cabíveis, de acordo com o que for constatado pelas autoridades policiais”. As investigações, conforme a delegada Adriana Pelegrini pontou ao g1 nesta segunda-feira (28), ainda prosseguem em andamento. Cavalos são flagrados no Parque do Povo, em Presidente Prudente (SP) Roberto Kawasaki/TV FronteiraVeja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


28/11/2022 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO