NOTÍCIAS


BMW avaliada em R$ 200 mil é recuperada em MS após ser adquirida em comercialização suspeita de estelionato a 470km de distância, em Junqueirópolis



Pagamento parcelado com cheques havia sido acordado, porém, na data de compensação dos títulos, a instituição bancária advertiu à vítima que a conta estava encerrada. BMW avaliada em R$ 200 mil é recuperada em MS após ser adquirida em comercialização suspeita de estelionato, em Junqueirópolis (SP) Polícia Civil Uma BMW modelo X1, lançada em 2013, foi recuperada pela Polícia Civil de Dourados (MS) após ter sido adquirida em uma comercialização suspeita de estelionato, de uma vítima residente em Junqueirópolis (SP), nesta quarta-feira (31). As investigações tiveram início após um Boletim de Ocorrência registrado pela vítima, em Dracena (SP), em que informava ter vendido seu veículo importado, avaliado em aproximadamente R$ 200 mil, segundo a Polícia Civil, a uma pessoa da vizinha Presidente Venceslau (SP). No documento, a vítima relata que o pagamento parcelado com cheques havia sido acordado entre as partes, e que na data de compensação dos títulos, no entanto, a instituição bancária advertiu ao rapaz que a conta correspondente estava encerrada. O vendedor, então, entrou em contato com o investigado, que informou já ter vendido a BMW a outra pessoa, “até então desconhecida”. BMW avaliada em R$ 200 mil é recuperada em MS após ser adquirida em comercialização suspeita de estelionato, em Junqueirópolis (SP) Polícia Civil Trabalho conjunto Durante os trabalhos investigativos da Polícia Civil de Junqueirópolis, verificou-se que o veículo estava na cidade sul-mato-grossense, a cerca de 470 quilômetros de distância de onde foi adquirido. Em conjunto com o Setor de Investigações Gerais (SIG) de Dourados, o veículo foi localizado e apreendido, nesta quarta-feira. Além disso, os policiais identificaram a pessoa que estava na posse do carro, que também será investigada. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso e, nesta primeira fase, os envolvidos responderão ao processo em liberdade, podendo, ao final do procedimento, serem indiciados pelo crime de estelionato. Ao g1, o delegado Eliandro Renato dos Santos, ressaltou que aguarda o envio do caso pela Polícia Civil de Dourados, incluindo os depoimentos dos suspeitos, para dar prosseguimento às investigações. “Com base nele [expediente], vamos adotar a próxima etapa, sobretudo para avaliar se já faremos a entrega do veículo para o proprietário ou se dependeremos de mais alguma prova”, acrescentou. O carro permanecerá apreendido e será restituído ao dono após a conclusão do inquérito, que deve ser finalizado em até 30 dias, conforme o delegado, ou mediante manifestação da Justiça.Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


01/02/2024 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO