NOTÍCIAS


Após confraternização de trabalho, rapaz chega em casa, discute com esposa e acaba preso por violência doméstica, no Jardim Prudentino



Homem, de 24 anos, também foi indiciado por dano e injúria, na madrugada desta quarta-feira (25), em Presidente Prudente (SP). Após confraternização de trabalho, rapaz chega em casa, discute com esposa e acaba preso por violência doméstica, no Jardim Prudentino Arquivo/g1 Um homem, de 24 anos, foi preso em flagrante na madrugada desta quarta-feira (25) por violência doméstica praticada contra a própria esposa, de 27 anos, no Jardim Prudentino, em Presidente Prudente (SP). Ele ainda foi indiciado por dano e injúria. A vítima informou à Polícia Militar que o marido, com quem é casada há cerca de seis anos e tem um filho, chegou em casa bastante alterado, “aparentemente pela ingestão de bebida alcoólica”, enquanto ela arrumava o armário da cozinha, e jogou tudo o que estava sobre a mesa no chão. Em seguida, ele teria quebrado a mesa e danificado os armários, além de investir contra a esposa com um tapa na boca e empurrões. Na sequência, ainda de acordo com a vítima, o marido saiu com sua motocicleta, momento em que ela acionou os policiais militares. A mulher estava na porta da residência quando o rapaz chegou e se aproximou dela acelerando a moto. Ela, então, retirou a chave do contato e o veículo acabou caindo. Diante disso, o marido começou a xingá-la de “capeta, demônio e desgraça”, e a empurrou novamente, sendo revidado pela mulher. Na sequência, o investigado puxou os cabelos da vítima e ela saiu correndo para a rua, no entanto, foi acertada por chutes. Os vizinhos, então, ficaram entre o casal para evitar que o rapaz machucasse a esposa, de acordo com a vítima. Assim que chegou no local, a Polícia Militar constatou que o casal estava alterado e discutindo. O rapaz foi contido pelas pessoas, que queriam agredi-lo devido à violência que havia praticado contra a companheira. O rapaz estava agressivo e, por isso, conforme o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil, em Presidente Prudente, foi necessário o uso de força física para algemá-lo. ‘Muito rápido’ À Polícia Civil, o rapaz disse que estava em uma confraternização da empresa onde trabalha e acabou bebendo bastante. Quando chegou em casa, ele e a mulher começaram a discutir “por motivos que o rapaz não lembra”. Ele alegou que tudo aconteceu “muito rápido” e, quando ele se deu conta da situação, “já estava dentro da viatura policial”. O investigado confessou que houve discussão, no entanto, nega ter agredido e xingado a esposa e danificado os móveis da casa. Na delegacia, a esposa manifestou o desejo de que o marido seja responsabilizado criminalmente pelos atos praticados contra ela, no entanto, não solicitou medidas protetivas de urgência contra ele. O delegado Lincoln de Souza Simonato representou pela prisão preventiva do suspeito, visto que “os comportamentos evidenciam o firme propósito em continuar a praticar crimes e causar perturbação à ordem pública”, além de que, “ante a situação familiar apresentada no momento, em liberdade, certamente o autuado colocará em risco a incolumidade física da ofendida”.Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


25/10/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO