NOTÍCIAS


Após ataque com mordidas, homem mata cachorra com golpe de faca em Presidente Prudente


Animal foi encontrado morto dentro da residência do dono, nesta quinta-feira (29). Um homem, de 38 anos, matou uma cachorra com golpe de faca após ser atacado por ela com mordidas nesta quinta-feira (28), em Presidente Prudente (SP). A Polícia Militar Ambiental foi até o Conjunto Habitacional Ana Jacinta após receber uma denúncia constando que um homem havia sacrificado um cachorro. Ainda conforme o relato, a arma e o animal ainda estariam no interior da casa citada. Ao chegar no imóvel citado, os policiais constataram que o local estava vazio, porém, algumas testemunhas indicaram que o possível autor estava na casa da mãe, localizada no mesmo bairro. O suspeito foi localizado e mostrou ferimentos nas duas mãos para os militares, dizendo que foi atacado por sua cadela de raça não definida, com “mistura de Pit Bull”. Ele contou que conseguiu escapar do animal e fugiu para a via pública. Em seguida, na posse de uma faca, tentou capturar a cachorra, que voltou a atacá-lo, momento seu dedo. Nesta ocasião, para se defender, o suspeito informou que desferiu um golpe de faca no animal, que morreu. Devido as lesões nas mãos, o dono da cachorra foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Guanabara. Exames de raio-x contataram fraturas no polegar direito e na mão esquerda do homem. Alguns curativos foram realizados nos ferimentos e uma vacina antirrábica foi aplicada. Conforme o Boletim de Ocorrência registrado, a Polícia Ambiental irá providenciar o enterro do animal junto a Prefeitura de Presidente Prudente. A perícia esteve no local dos fatos. Em depoimento à Polícia Civil, o homem confirmou a versão dos fatos informada aos militares e disse que feriu a cachorra para se defender, visto que ela estava “muito agressiva, descontrolada e poderia fugir novamente”, tendo risco de atacar outras pessoas que estavam em uma praça. Ainda segundo o boletim, devido às circunstâncias do fato, não há indicação de prática de ato criminoso com consciência e vontade, visto que o principal motivo do sacrifício do animal foi a preservação do ataque do cão a terceiros e ao próprio autor. As circunstâncias da morte da cachorra serão investigadas. O homem foi liberado.Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Fonte: G1


29/12/2023 – 95 FM Dracena

COMPARTILHE

SEGUE A @95FMDRACENA

(18) 3822-2220


Av. Expedicionários, 1025, Centro
Cep: 17.900-000 – Dracena/SP

Todos os direitos reservados.  

NO AR:
AUTO PROGRAMAÇÃO